Cavalo Crioulo

Buscando animais de função, sem esquecer a morfologia e o padrão racial, o critério da raça Crioula na Fazenda Santa Ana iniciou em 1985, com a aquisição de três éguas em Bagé. Posteriormente, para marcar os seus produtos e aumentar o seu plantel, Frederico Wolf criou a Cabanha São Desso, de afixo ICO.

Em 1992, começou a intensificar seu critério com a intensificar seu critério com a vinda de duas éguas da Cabanha 5 Salsos e duas da Cabanha Santa Leontina, ambas de Bagé/RS e quatro éguas da Estância Nazareth, de Uruguaiana/RS.

A base do criatório foi sendo formada através de acasalamentos com os reprodutores Taurus Tupambaé, Butiá Donga e BT Juruna.

Com o passar dos anos investiu-se nas genéticas chilenas e argentinas, importando matrizes e adquirindo reprodutores com tais procedências.

Podemos destacar nossos importantes reprodutores argentinos Tinajera Caldero e Tañido Canta Gallo.

 

Nesse segmento, anualmente comercializam-se animais como matrizes, reprodutores e animais para treinamento funcional, no Leilão Marcas De Raça. Tal evento acontece em parceria com a Cabanha Quilero, de Eduardo Móglia Suñé.

 

O objetivo do critério é chegar a um padrão de animal que preencha todos os requisitos funcionais e morfológicos exigidos hoje: um animal pronto para competir nas diferentes provas que existem.

 

Nessa busca, os resultados vêm sendo confirmados com premiações importantes nas competições de cavalos Crioulos. São alguns Grandes Campeonatos e Reservados na Morfologia em Dom Pedrito e Bagé: Melhor Trio de Éguas a Campo, Melhor Égua Prenhe, entre outros.

Em 2000, na FICCC, em Pelotas/RS, FEITICEIRA ICO foi classificada como Reservada Campeã Potranca Menor e no mesmo ano, Cruzeira ICO foi a primeira fêmea da cabanha finalista do Freio de Ouro, em Esteio/RS.

 

Em 2001, DORIANA ICO conquistou o terceiro lugar no Bocal de Ouro; em 2004, GO-LONDRINA ICO, foi 4ª classificada no Bocal de Ouro e fez a maior nota entre todos competidores na paleteada final do Freio de Ouro.

Também em 2004 a São Desso foi a 1ª Cabanha Endurista do Ano da ABCCC.

Em 2005, GELÉIA ICO, vendida para Felippe Serena, foi finalista do Freio de Ouro.

Em 2008, foi a vez de LENÇO COLORADO ICO, vendido para Francisco Mendes Alves, ser finalista do Freio de Ouro.

Em 2009, LATIFA ICO, que já foi semi-finalista do Freio de Ouro, ser finalista da Marcha da Integração (750 km) em Bagé, junto com MAIDANA ICO.

2010, marcou o início de um novo projeto, a vaquejada! MACANUDO ICO e MINOTAURO ICO forma selecionados para integrar o time de cavalos Crioulos que foi para o Nordeste treinar e correr a popular Vaquejada.

No Freio de Ouro, ISTO É ICO, vendido para Paulo e Tiago Cardoso, foi finalista!

Na Marcha, mais uma vez chegamos à Final. Em Dom Pedrito, MADRUGADA ICO, completou os 750 km, ficando em 2º lugar na Categoria Éguas até 7 anos.

Na Morfologia, fomos a segunda cabanha mais premiada do Cabresto de Ouro da Caratuva, em Camaquã. Nosso time foi composto por QUELINDA ICO, QUIZILA ICO e QUILERO ICO, todos premiados. QUILERO ICO foi laureado como 3º Melhor Macho da Exposição de Bagé, Reservado de Grande Campeão em Santana do Livramento e Grande Campeão em Dom Pedrito.

Em 2011, QUILERO ICO voltou às pistas, sagrando-se Reservado Grande Campeão em Bagé, título que carimbou seu passaporte para Expointer. QUILERO também foi Grande Campeão em Santiago e em Aceguá. Atualmente está na reprodução e logo, retoma seu treinamento visando o Freio de Ouro em 2013.

No Freio de Ouro, ABRE CANCHA DA ONICRON, vendido no Marcas de Raça de 2004, foi 14º colocado e em Abril, conquistou o Bocal de Bronze. Abre Cancha é irmão materno de Golondrina Ico, 9ª colocada no Freio.

Em 2012, no Freio de Ouro, ABRE CANCHA foi Freio de Prata, que cavalo! Que família! Na Marcha, Ondina Ico (filha de Jagunço Ico, que é irmão materno da Golondrina e do Abre Cancha) fez 700 km prenhe! Nasceu Vina Nueva Ico, com vários quilômetros rodados. Também em 2012 nasceu o primeiro produto de transferência de embrião: VITÓRIA ICO TE, pois sua mãe Quizila Ico estava treinando para o Freio de Ouro.

Em 2013, QUIZILA ICO e ORELHANO ICO correram o Freio de Ouro. SALSA ICO sagrou-se Campeã Égua Prenhe, Grande Campeã e Melhor Exemplar da Raça em Dom Pedrito e Caxias do Sul.

Em 2014, QUILERO ICO foi Grande Campeão em Dom Pedrito. Tinajera Caldero começa a despontar como pai, através de Chasque Caladero, Grande Campeão do Tempranito em Bagé. TERREMOTO ICO começa sua carreira funcional ao venceu a Credenciadora de Rivera.

Em 2015, TERREMOTO ICO, corre o Freio de Ouro, entrando através da dificílima seleção do Bocal de Ouro. Tinajera Caldero volta a se destacar levando três filhos da mesma geração à Expointer: VALQUÍRIA ICO (Grande Campeã em Livramento), VIVENTE ICO (Grande Campeão em Herval) e CHASQUE CALADERO (3º Melhor Potranco na Expointer). VICUNHA ICO foi 3ª Melhor Fêmea em Livramento.

Em 2016, já fomos premiados com a Reservada Grande Campeã e 4ª Melhor Fêmea em Dom Pedrito, com VALQUÍRIA ICO e VICUNHA ICO.

 

Marcas de Raça

A Cabanha São Desso realiza leilões desde 2002, é o MARCAS DE RAÇA. Com a parceria das cabanhas Quilero, Coronilha e Capanegra, as primeiras edições aconteceram em Bagé. A partir de 2004, quando a ICO fez a liquidação do plantel de fêmeas que formou sua base, os leilões se realizam em Esteio, no Parque Assis Brasil, paralelo à Credenciadora de Inéditos da 6ª Região, no final de Novembro.

A oferta é bem diversificada: vão fêmeas prenhes ou com potros ao pé, animais montados e animais jovens.

Em 2011, o Marcas de Raça chegou à sua 10ª edição. Fizemos uma oferta muito mais especial para comemorar esta data!! E nosso trabalho foi reconhecido, pois o leilão foi um sucesso.

Em 2012, 2 novos leilões de potros, o Infinito e Ico, virtual e o Redomão da Paz, com as cabanhas Santa Delfina, Santa Anna e Santa Leodora, em Dom Pedrito. Já na primeira edição, o potro Sereno Ico vence a prova de doma.

Em 2013, no Redomão da Paz, Sabiá Ico vence a Prova de Doma. Em Maio, realizamos o leilão Ico Especial, quando comercializamos 48 lotes, 47 deles éguas prenhes e a eleição de 2 potrancos da primeira geração de Tinajera Caldero.